São Lourenço Atual - Notícias de São Lourenço e Região - MG

Sexta-feira, 19 de Julho de 2024
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Geral

As terras de Marlboro Brasilians...

Não esqueça ao viajar...

José Luiz Ayres
Por José Luiz Ayres
As terras de Marlboro Brasilians...
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

As Terras de Malboro brasilians

 

       Assim que o ônibus deixou a rodoviária Novo Rio àquela noite, às 23hs, com destino a cidade de Santos, cuja minha viagem destinava-se à visitação pela recuperação de um amigo após uma cirurgia, um silêncio sepulcral envolveu por inteiro o coletivo, sem que ao menos um pigarrear se fizesse presente enquanto seguíamos pela linha vermelha. Já na via Dutra, me pus a observar às fisionomias de alguns passageiros, mesmo com o negrume parcial ali predominante, dado ao clarão incidente dos faróis de veículos que trafegavam em sentido contrário e da luminosidade, não sei o  porquê que,  advinha dos pés das poltronas, um pouco acima do chão, a deixar o ambiente sob penumbra. Confesso que habituado nas viagens noturnas, estranhei tal novidade, mas não tinha outro remédio se não aceita-la, pois talvez fossem apagadas tão logo entrássemos à via Dutra. De repente um  cidadão acomodado à poltrona atrás, do lado oposto, quebrou o silêncio ao se dirigir com palavras ao  amigo à sua frente, expressando-se:     -Augusto, agora, já podemos relaxar e dormir, pois observe à sua direita que já passaremos pelo pórtico de Belford Roxo.  Portanto, deixamos as “Terras dos Apaches, Chayenes, Moicanos” em que as flechas não podem nos atingir. Além do mais, estaremos tranquilos pela proteção dos domínios do “Forte Apache” da –AMAN (Academia Militar das Agulhas Negra) sob o comando do lendário “Cel Carter”, o exterminador de índios”, digo Heleno e agora famoso xerifão Xandão.

Publicidade

Leia Também:

Claro que a descontração foi palco de boas risadas e amenizou a tensão. Mas o amigo dando asas à imaginação, inspirado, retrucou com muito humor: - É...,então aproveite a trégua, pois logo vira a subida a transpor a “grande colina” serra do Mar, em que nos oferecerá, pelo menos se imagina, à segurança de um “forte avançado” da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e descer em risco sob tensão, já que estamos entrando em território  “Comanches” até atingirmos os “Grandes Canyons” do vale do Paraíba e em consequência retornando as novas “Terras de Malboro”, agora paulistas, que por sinal, diga-se de passagem, são ou mais bravias que a baixada do “Velho West” fluminense, vez que  seria bem mais complicado temos pela frente um “Touro Sentado”, um “Nuvem Negra”, um “Lobo Feroz”  sem que houvessem um “John Wayne” , um “Gleen Ford” ou um  “Henry Fonda” para nos defender desses “peles vermelhas” com seus   “Colt 44”  de munições ilimitadas. Um outro cidadão replicando, disparou, dizendo que esses “Western Mens”, são oriundos das “Terras de Malboro” fluminense e que de São Paulo são das “Terras de Ringo” dos tradicionais “Bang Bang”a italiana com seus “Dolar furado, Ringo não perdoa ,mata”, atualmente comandados pelas facções da máfia chinesa e outras entrincheiradas ao grande território da 23 de março , do Brás e   demais povos orientas que lá estão instalados.

Em menos de dez minutos, os primeiros roncos e apneias já se faziam presentes e o relaxamento total prevalecia com a paz imperando no interior da “diligência”, digo, ônibus que cruzava o “Far sudest” brasileiro indomável margeante ao “Rio Grande” denominado como Paraíba do Sul.

Nada melhor para quebrar a tensão e o medo de uma viagem“rotas do ouro”, do que uma descontração humorosa a desanuviar o clima de terror que nos deixa bastante apreensivos, quando somos agraciados com gostosas e espirituosas falácias de consequências bem favoráveis aos instantes aterradores, que por vezes nos vemos obrigados a enfrentar e passar por cruzar “As Terras de Malboro”, a reviver e recordar da nossa infância e adolescência nos velhos e outrora cinemas, em que os filmes de faroeste nos traziam outra emoção e não a emoção que temos ao vivo dos dias de hoje... Mesmo a qualquer hora,  dia ou noite, sem que deixemos de trazer no nosso peito, um bater forte do coração, sob tenção na expectativa de ser vítima de uma flechada, digo; bala perdida nesta rota indígena de todas as cores de péLe. Portanto companheiros, para sua segurança maior não esqueça de fazer o L caso sua deligência seja abordada por qualquer PRF nas suas cavalarias de muitos “animais” de Power horse.

Comentários:
José Luiz Ayres

Publicado por:

José Luiz Ayres

Saiba Mais
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!