São Lourenço Atual - Notícias de São Lourenço e Região - MG

Terça-feira, 18 de Junho de 2024
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Geral

E agora o que faço Leoname ?

É seu prefeito, sua casa caiu...

José Luiz Ayres
Por José Luiz Ayres
E agora o que faço Leoname ?
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

E agora o que faço Leoname !?

 

Leoname, foi um senhor que tive a oportunidade em conhecer, quando na loja de informática do shopping  em conversa pelos trabalhos solicitados, acabou me conhecendo pelo nome exposto nas solicitações e então surpreso me reconheceu como o autor das crônicas publicadas no Jornal Correio do Papagaio, as quais se disse leitor assíduo há muitos anos. Claro que aquela revelação me envaideceu, principalmente por mencionar algumas a qualifica-las como muito interessantes e às vezes até com muita picardia.

Publicidade

Leia Também:

A partir de então resolveu narrar, como eu disse, que  aceitava narrativas de fatos reais de outros colaboradores e me presenteou com um episódio o qual na ocasião, o deixou em situação bem complicada, como revelou, perante ditos amigos ao negar-se em participar da trama que desejavam executar. Na oportunidade sua ocupação profissional, era como responsável do estacionamento e guarda dos veículos da Prefeitura (declino a mencionar de onde seria por ética), o que sem dúvida era um cargo de muita responsabilidade.

“Num início de noite, fui procurado por dois amigos que trabalhavam  junto ao prefeito, tentando me convencer, por ser ordem do executivo municipal, em ceder em caráter de urgência uma ambulância  para transportar um dito paciente a Juiz de fora, cujo  precariedade do estado de saúde era muito mau. Sem ter como agir, os solicitou que trouxessem uma autorização para liberação do veículo. Partindo dessa premissa, os dois foram providenciar a autorização, mas logo voltaram alegando não encontrar o prefeito, mas que ainda hoje trariam o documento. Leoname desconfiado, diante das circunstâncias negou a saída da ambulância.

Foi ai então que não tendo alternativa, resolveram contar a verdade a dizer que a tal pessoa havia morrido e seria preciso que fosse levado ao Hospital de Juiz de Fora ainda esta noite, pois se tratava de pessoa muito importante no governo estadual e sua morte foi de infarto, quando com sua “amante” curtia as belezas da cidade em sua companhia nos recantos, a ver o magnífico ocaso, em que no  por do sol houve o desenlace.  Só que a mulher, nunca tinha posto os pés na cidade e muito menos conhecia alguém que ajudasse, e apenas sabia que sua estadia à cidade fora mantida pelo Prefeito, e então, foi ao mandatário pedir ajuda, deixando o defunto dentro do veículo, sem saber o que fazer e como proceder, pois pelo que sentiu na hora fora um infarto e não outro tipo de coisa que o levou a óbito. Muito menos algo como crime, pois já  que como se encontrava com o moribundo, trouxe o veículo deixando-o até próximo da prefeitura pois poderia ser suspeita até que provem ao contrário, procurando uma solução para livrar-me desta encrenca que se meteu, sendo amigo de V.Excia. e tendo custeado nossa estada turística aqui em sua cidade.  

O Prefeito, pego de calças curtas, diante da confusão que se avizinhava,  afinal o morto era seu correligionário político e como tal, do seu cargo estadual, a sua morte traria perspectivas sombrias quanto a reeleição no compartilhamento do dito  relacionamento amoroso e, óbvio, que  seria a pá de cal em suas pretensões,  pois como se portaria perante  ao seu eleitorado e evidente a  oficial, e primeira dama do município, ao compactuar com as mazelas da traição ?    Cuja amante não ficaria fora dos depoimentos  junto a polícia, que teria de investigar a causa morte, assim como encaminhar após perícia criminal, o corpo para o IML, talvez agora sim, em Juiz de Fora, onde era a principal suspeita e o que fazia no interior do veículo da ilustre figura política estadual à cidade? “

Segundo Leoname, não soube explicar o que ocorreu durante o furdunço  e muito menos teve conhecimento do desenrolar desta trama politica, cuja credibilidade do Prefeito ficou arranhada, pois veio a perder as eleições que ele a tinha como favas contadas... Onde seu amigo e correligionário, que também se intitulava seu principal articulador político, era o responsável de sua campanha eleitoral. Inclusive diziam as más línguas, futuro secretário de transporte...

Comentários:
José Luiz Ayres

Publicado por:

José Luiz Ayres

Saiba Mais
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!