SÃO LOURENÇO ATUAL

Atletas testam percurso do circuito Grampér de ciclismo amador

O percurso envolve os municípios de São Lourenço, Caxambu e Pouso Alto

Os atletas durantes o teste de percurso/Foto: Raphael Ritter/Grampér

Cerca de 40 ciclistas amadores, vindos principalmente dos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, estiveram em São Lourenço no último domingo, 31, para participar do evento teste do circuito Grampér. O objetivo é fazer um reconhecimento do percurso antes da prova oficial, que envolve Caxambu e Pouso Alto, e será realizada em 16 de junho deste ano.

Eles partiram do calçadão de São Lourenço e percorreram 100 Km escoltados por viaturas da Polícias Rodoviárias Militar e Federal, ambulâncias, carros de apoio do evento e da Secretaria de Turismo de São Lourenço, além de motocicletas batedores, entre outros veículos.

Do evento teste participam atletas que são assessores e influenciadores dos demais atletas que participarão das provas para propagar informações sobre o percurso. De acordo com o diretor Técnico do Grampér, Maurício Motta, as estradas da região são ideais para a prova.

“Já fui atleta profissional e já corri em praticamente todos os estados e regiões do Brasil. Não conheço nenhuma estrada tão boa e agradável para a prática do ciclismo. Quando surgiu essa oportunidade eu não pensai duas vezes em trazer a prova para o Circuito das Águas. Tem tudo para dar certo. As pessoas que viram acharam sensacional e as cidades de São Lourenço e Caxambu são perfeitas, então unimos o útil ao agradável”, disse Maurício.

A veterinária Paula Campos é uma das ciclistas que vai participar do Grampér e esteve no evento teste da competição. A carioca pedala há quatro anos e aprovou o percurso, que terá a largada em São Lourenço, cidade que frequentou quando criança como turista.

“Nós fizemos o reconhecimento do percurso do circuito Grampér e eu fiquei impressionada com a estrada que é maravilhosa. Muita natureza e a pista é muito boa. É uma estrada dura sem muita inclinação. Dá para todo mundo aproveitar e curtir. A expectativa para a prova é muito boa. Eu gostei muito do percurso e temos tudo para ter uma excelente prova”, disse

Já o ciclista Pedro Barbosa, que pedala há 16 anos e já esteve na categoria profissional, recomenda o circuito para os demais atletas amadores. “É minha primeira experiência no Circuito das Águas. Esse percurso é rápido e o atleta amador vai conseguir, por mais ganho de elevação que tenha, curtir a prova”, destacou Pedro.

Sobre o Grampér

O circuito Grampér é uma competição de ciclismo amador 100% nacional, criada e organizada por brasileiros que perceberam um crescimento expressivo do esporte no país, e que tem atraído provas internacionais consagradas. O nome foi inspirado em um termo francês, grimpeur, que significa escalador e é um jargão que caracteriza os ciclistas especialistas em subida.

A prova vem sendo planejada há mais de dois anos. Nesse período, os organizadores formaram um Grupo Técnico, composto por representantes dos três municípios (servidores indicados pelas Prefeituras e Secretarias de Turismo), do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT), do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER-MG), Polícia Militar Rodoviária de Minas Gerais e da Polícia Rodoviária Federal. O principal objetivo do Grupo tem sido mapear todas as ações necessárias para garantir segurança às populações dos municípios, às comunidades lindeiras e aos atletas participantes.

Além da presença de um grande número de ciclistas, a competição deve atrair a visita de mais de 3.000 turistas à região durante o fim de semana de realização da prova. Diversos eventos, incluindo palestras, shows, atividades para crianças e famílias acontecerão em paralelo ao circuito. O objetivo da organização, e dos municípios mencionados, é integrar a competição ao calendário anual do ciclismo amador nacional, o que trará enormes benefícios à economia local.

Faça sua inscrição para o evento aqui

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Atletas testam percurso do circuito Grampér de ciclismo amador

Cerca de 40 ciclistas amadores, vindos principalmente dos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, estiveram em São Lourenço no último domingo, 31, para participar do evento teste do circuito Grampér. O objetivo é fazer um reconhecimento do percurso antes da prova oficial, que envolve Caxambu e Pouso Alto, e será realizada em 16 de junho deste ano.

Eles partiram do calçadão de São Lourenço e percorreram 100 Km escoltados por viaturas da Polícias Rodoviárias Militar e Federal, ambulâncias, carros de apoio do evento e da Secretaria de Turismo de São Lourenço, além de motocicletas batedores, entre outros veículos.

Do evento teste participam atletas que são assessores e influenciadores dos demais atletas que participarão das provas para propagar informações sobre o percurso. De acordo com o diretor Técnico do Grampér, Maurício Motta, as estradas da região são ideais para a prova.

“Já fui atleta profissional e já corri em praticamente todos os estados e regiões do Brasil. Não conheço nenhuma estrada tão boa e agradável para a prática do ciclismo. Quando surgiu essa oportunidade eu não pensai duas vezes em trazer a prova para o Circuito das Águas. Tem tudo para dar certo. As pessoas que viram acharam sensacional e as cidades de São Lourenço e Caxambu são perfeitas, então unimos o útil ao agradável”, disse Maurício.

A veterinária Paula Campos é uma das ciclistas que vai participar do Grampér e esteve no evento teste da competição. A carioca pedala há quatro anos e aprovou o percurso, que terá a largada em São Lourenço, cidade que frequentou quando criança como turista.

“Nós fizemos o reconhecimento do percurso do circuito Grampér e eu fiquei impressionada com a estrada que é maravilhosa. Muita natureza e a pista é muito boa. É uma estrada dura sem muita inclinação. Dá para todo mundo aproveitar e curtir. A expectativa para a prova é muito boa. Eu gostei muito do percurso e temos tudo para ter uma excelente prova”, disse

Já o ciclista Pedro Barbosa, que pedala há 16 anos e já esteve na categoria profissional, recomenda o circuito para os demais atletas amadores. “É minha primeira experiência no Circuito das Águas. Esse percurso é rápido e o atleta amador vai conseguir, por mais ganho de elevação que tenha, curtir a prova”, destacou Pedro.

Sobre o Grampér

O circuito Grampér é uma competição de ciclismo amador 100% nacional, criada e organizada por brasileiros que perceberam um crescimento expressivo do esporte no país, e que tem atraído provas internacionais consagradas. O nome foi inspirado em um termo francês, grimpeur, que significa escalador e é um jargão que caracteriza os ciclistas especialistas em subida.

A prova vem sendo planejada há mais de dois anos. Nesse período, os organizadores formaram um Grupo Técnico, composto por representantes dos três municípios (servidores indicados pelas Prefeituras e Secretarias de Turismo), do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT), do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER-MG), Polícia Militar Rodoviária de Minas Gerais e da Polícia Rodoviária Federal. O principal objetivo do Grupo tem sido mapear todas as ações necessárias para garantir segurança às populações dos municípios, às comunidades lindeiras e aos atletas participantes.

Além da presença de um grande número de ciclistas, a competição deve atrair a visita de mais de 3.000 turistas à região durante o fim de semana de realização da prova. Diversos eventos, incluindo palestras, shows, atividades para crianças e famílias acontecerão em paralelo ao circuito. O objetivo da organização, e dos municípios mencionados, é integrar a competição ao calendário anual do ciclismo amador nacional, o que trará enormes benefícios à economia local.

Faça sua inscrição para o evento aqui

Publicidade

Fale com a redação!

Deixe sua mensagem para a redação ;)