SÃO LOURENÇO ATUAL

Câmara concede Título de Cidadão Honorário ao chefe de Instrução do Tiro de Guerra de São Lourenço

O subtenente é reconhecido pelo trabalho realizado como chefe do TG de São Lourenço

O homenageado, o presidente da Câmara, Ricardo de Mattos e o proponente, Isaac Ribeiro/Foto: Ascom/CMSL

 

A Câmara Municipal concedeu o Título de Cidadão Honorário ao Subtenente Valmir Machado Jardim, Chefe de Instrução do Tiro de Guerra de São Lourenço (TG 04-024), nesta sexta-feira (23.11). A homenagem foi aprovada por unanimidade pelos vereadores, por meio de um decreto de autoria do vereador Isac Ribeiro (PRP). Cerca de 150 pessoas compareceram ao evento e lotaram o Plenário Juscelino Kubistchek.

Compareceram à sessão solene autoridades da cidade e região. Sentaram-se na Mesa Diretora o Sargento Marcos Vinicius da Silva Esteves, próximo chefe de instrução do Tiro de Guerra de São Lourenço, já que o subtenente Jardim irá para Pouso Alegre, como praxe do Exército, o vereador Natanael Paulino de Oliveira (1º Secretário), o Advogado Geral do Município, Patrick Mariano, representando a Prefeita Célia Cavalcanti, o presidente da Câmara, Ricardo de Mattos, o homenageado, o proponente do Título, Isac Ribeiro, o Tenente Coronel Juliano Santana Silva, comandante do 57º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais, o 2º Tenente Cláudio Pereira Domingos, comandante 3º Pelotão do Corpo de Bombeiros Militar, e o 2º Sargente Michel Dias Rosa, em nome do Coronel Luís Eduardo Siqueira Lira, comandante do 4º Batalhão de Engenharia de Combate de Itajubá.

Ainda estiveram presentes os vereadores Abel Goulart Ferreira, Agilsander Rodrigues da Silva, Helson de Jesus Salgado, Evaldo Ambrósio, Orlando da Silva Gomes, Rodrigo Martins de Carvalho e Waldinei Alves Ferreira, além de José Sacido Barcia Neto, que falou em nome dos militares de reserva, o prefeito de Ijaci, Fabiano da Silva Moreti, o Major Paulo Márcio de Assis Jacinto e ex-chefes de Instrução do Tiro de Guerra de São Lourenço, entre eles o Tenente Benedicto José da Silva e o Tenente Marques. O evento contou com a apresentação do Coral Pequeno Mundo, formado por crianças.

O subtenente Jardim é reconhecido pelo trabalho realizado como chefe do Tiro de Guerra de São Lourenço nos últimos dois anos. Entre eles, o apoio às escolas da cidade, levando conhecimentos ligados ao Exército para os estudantes; a realização de palestras junto à comunidade sobre drogas, motivação, meios de solução de conflitos e outros temas; participação na Peregrinação de Nhá Chica, auxiliando na contagem dos fiéis e distribuição de água e na Caminhada Rústica da APAE; criação dos projeto “O Recrutinha” e “Horta para Todos” (com doação de alimentos orgânicos para entidades filantrópicas do município); realização de parcerias com o Presídio e a Prefeitura para a promoção da ressocialização e da reinserção do detento ao convívio social.

Valmir nasceu em Bagé, no Rio Grande do Sul, em 1971. Começou a trabalhar aos oito anos de idade vendendo verduras, legumes e doces para ajudar a família. Ainda adolescente, conseguiu o primeiro emprego com carteira assinada em uma livraria. Tomou gosto pelo Exército Brasileiro quando prestou o serviço militar obrigatório. Em 1995, conseguiu ingressar, por meio de concurso público, na Escola de Sargentos das Armas (ESA), em Três Corações.

Após se formar, ele retornou para Bagé. Lá foi soldado no 25º Grupo de Artilharia de Campanha, mesmo local onde prestou o serviço militar, aos dezoito anos. Valmir permaneceu até 2000 na unidade, quando foi transferido para Três Corações. Finalmente, em 2016, foi designado para chefiar o Tiro de Guerra de São Lourenço. É casado há 22 anos com Lúcia Maria Junho, com quem tem uma filha, Natália. As duas compareceram à sessão e disseram ter muito orgulho do subtenente

 

 

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Câmara concede Título de Cidadão Honorário ao chefe de Instrução do Tiro de Guerra de...

 

A Câmara Municipal concedeu o Título de Cidadão Honorário ao Subtenente Valmir Machado Jardim, Chefe de Instrução do Tiro de Guerra de São Lourenço (TG 04-024), nesta sexta-feira (23.11). A homenagem foi aprovada por unanimidade pelos vereadores, por meio de um decreto de autoria do vereador Isac Ribeiro (PRP). Cerca de 150 pessoas compareceram ao evento e lotaram o Plenário Juscelino Kubistchek.

Compareceram à sessão solene autoridades da cidade e região. Sentaram-se na Mesa Diretora o Sargento Marcos Vinicius da Silva Esteves, próximo chefe de instrução do Tiro de Guerra de São Lourenço, já que o subtenente Jardim irá para Pouso Alegre, como praxe do Exército, o vereador Natanael Paulino de Oliveira (1º Secretário), o Advogado Geral do Município, Patrick Mariano, representando a Prefeita Célia Cavalcanti, o presidente da Câmara, Ricardo de Mattos, o homenageado, o proponente do Título, Isac Ribeiro, o Tenente Coronel Juliano Santana Silva, comandante do 57º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais, o 2º Tenente Cláudio Pereira Domingos, comandante 3º Pelotão do Corpo de Bombeiros Militar, e o 2º Sargente Michel Dias Rosa, em nome do Coronel Luís Eduardo Siqueira Lira, comandante do 4º Batalhão de Engenharia de Combate de Itajubá.

Ainda estiveram presentes os vereadores Abel Goulart Ferreira, Agilsander Rodrigues da Silva, Helson de Jesus Salgado, Evaldo Ambrósio, Orlando da Silva Gomes, Rodrigo Martins de Carvalho e Waldinei Alves Ferreira, além de José Sacido Barcia Neto, que falou em nome dos militares de reserva, o prefeito de Ijaci, Fabiano da Silva Moreti, o Major Paulo Márcio de Assis Jacinto e ex-chefes de Instrução do Tiro de Guerra de São Lourenço, entre eles o Tenente Benedicto José da Silva e o Tenente Marques. O evento contou com a apresentação do Coral Pequeno Mundo, formado por crianças.

O subtenente Jardim é reconhecido pelo trabalho realizado como chefe do Tiro de Guerra de São Lourenço nos últimos dois anos. Entre eles, o apoio às escolas da cidade, levando conhecimentos ligados ao Exército para os estudantes; a realização de palestras junto à comunidade sobre drogas, motivação, meios de solução de conflitos e outros temas; participação na Peregrinação de Nhá Chica, auxiliando na contagem dos fiéis e distribuição de água e na Caminhada Rústica da APAE; criação dos projeto “O Recrutinha” e “Horta para Todos” (com doação de alimentos orgânicos para entidades filantrópicas do município); realização de parcerias com o Presídio e a Prefeitura para a promoção da ressocialização e da reinserção do detento ao convívio social.

Valmir nasceu em Bagé, no Rio Grande do Sul, em 1971. Começou a trabalhar aos oito anos de idade vendendo verduras, legumes e doces para ajudar a família. Ainda adolescente, conseguiu o primeiro emprego com carteira assinada em uma livraria. Tomou gosto pelo Exército Brasileiro quando prestou o serviço militar obrigatório. Em 1995, conseguiu ingressar, por meio de concurso público, na Escola de Sargentos das Armas (ESA), em Três Corações.

Após se formar, ele retornou para Bagé. Lá foi soldado no 25º Grupo de Artilharia de Campanha, mesmo local onde prestou o serviço militar, aos dezoito anos. Valmir permaneceu até 2000 na unidade, quando foi transferido para Três Corações. Finalmente, em 2016, foi designado para chefiar o Tiro de Guerra de São Lourenço. É casado há 22 anos com Lúcia Maria Junho, com quem tem uma filha, Natália. As duas compareceram à sessão e disseram ter muito orgulho do subtenente

 

 

Publicidade

Fale com a redação!

Deixe sua mensagem para a redação ;)