SÃO LOURENÇO ATUAL

Estudantes de São Lourenço participam da Plenária Regional do Parlamento Jovem

Seis propostas foram aprovadas para serem levadas a etapa Estadual
Estudantes de São Lourenço participam da Plenária Regional do Parlamento Jovem
Os estudantes durante a plenária do Parlamento Jovem/Foto: Ascom/CMSL

Estudantes de São Lourenço participam da Plenária Regional do Parlamento Jovem

Ascom/CMSL

Quase cem estudantes de seis cidades do Sul de Minas ocuparam os lugares dos vereadores nesta terça-feira, 13. Em Maria da Fé, eles participaram da Plenária Regional do Parlamento Jovem e debateram sobre propostas para diminuir a “Discriminação Étnico-Racial”, tema do projeto este ano.

O evento começou às 9h com a divisão dos estudantes em grupos de trabalhos e se encerrou às 18h 30min com a eleição dos representantes do Polo Sul de Minas II na Etapa Estadual. Estiveram na Plenária alunos do Ensino Médio de Brazópolis, Itajubá, Itanhandu, Maria da Fé, Marmelópolis e São Lourenço.

Das 36 propostas levadas pelos jovens, seis foram priorizadas e serão encaminhadas a Belo Horizonte para a próxima fase do projeto, que ocorrerá em setembro. Na ocasião, estudantes de 16 regiões do estado se encontrarão na Assembleia Legislativa para a definição do documento final.

A Plenária Regional contou com a presença do presidente da Escola do Legislativo de São Lourenço, Ricardo de Mattos, e do vice, Isac Ribeiro. Também acompanharam a atividade os vereadores Henrique Cezar Bernardes (presidente da Câmara de Maria da Fé), Rodrigo Braga (Maria da Fé), Arildo Honorato (presidente da Câmara de Marmelópolis), Rodrigo Ribeiro (Marmelópolis) e Luiz Paçoca (Itanhandu).

Mais sobre o PJ

O Parlamento Jovem é um projeto de formação política cujo objetivo é levar aos participantes um conhecimento maior a respeito do Poder Legislativo. Durante as atividades, estudantes do Ensino Médio têm uma experiência real da prática parlamentar. O PJ é desenvolvido desde 2004 pela Assembleia de Minas Gerais e PUC Minas (Pontifícia Universidade Católica), em parceria com as Câmaras Municipais do estado.

Todos os anos, as propostas aprovadas na Plenária Estadual são enviadas, por meio do Comitê de Participação Popular da Assembleia, aos deputados. Eles podem transformá-las em leis, como já aconteceu em edições anteriores do projeto.

OUVIR NOTÍCIA

Quase cem estudantes de seis cidades do Sul de Minas ocuparam os lugares dos vereadores nesta terça-feira, 13. Em Maria da Fé, eles participaram da Plenária Regional do Parlamento Jovem e debateram sobre propostas para diminuir a “Discriminação Étnico-Racial”, tema do projeto este ano.

O evento começou às 9h com a divisão dos estudantes em grupos de trabalhos e se encerrou às 18h 30min com a eleição dos representantes do Polo Sul de Minas II na Etapa Estadual. Estiveram na Plenária alunos do Ensino Médio de Brazópolis, Itajubá, Itanhandu, Maria da Fé, Marmelópolis e São Lourenço.

Das 36 propostas levadas pelos jovens, seis foram priorizadas e serão encaminhadas a Belo Horizonte para a próxima fase do projeto, que ocorrerá em setembro. Na ocasião, estudantes de 16 regiões do estado se encontrarão na Assembleia Legislativa para a definição do documento final.

A Plenária Regional contou com a presença do presidente da Escola do Legislativo de São Lourenço, Ricardo de Mattos, e do vice, Isac Ribeiro. Também acompanharam a atividade os vereadores Henrique Cezar Bernardes (presidente da Câmara de Maria da Fé), Rodrigo Braga (Maria da Fé), Arildo Honorato (presidente da Câmara de Marmelópolis), Rodrigo Ribeiro (Marmelópolis) e Luiz Paçoca (Itanhandu).

Mais sobre o PJ

O Parlamento Jovem é um projeto de formação política cujo objetivo é levar aos participantes um conhecimento maior a respeito do Poder Legislativo. Durante as atividades, estudantes do Ensino Médio têm uma experiência real da prática parlamentar. O PJ é desenvolvido desde 2004 pela Assembleia de Minas Gerais e PUC Minas (Pontifícia Universidade Católica), em parceria com as Câmaras Municipais do estado.

Todos os anos, as propostas aprovadas na Plenária Estadual são enviadas, por meio do Comitê de Participação Popular da Assembleia, aos deputados. Eles podem transformá-las em leis, como já aconteceu em edições anteriores do projeto.

Fonte

Ascom/CMSL

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Política
Dr. Dionísio tem votos totalizados e está como 2º Suplente de Deputado Estadual
Dr. Dionísio tem votos totalizados e está como 2º Suplente de Deputado Estadual
VISUALIZAR
Turismo
Inscrições para III Encontro Nacional de Turismo, Gastronomia e Criatividade estão abertas
Inscrições para III Encontro Nacional de Turismo, Gastronomia e Criatividade estão abertas
VISUALIZAR
Política
Prefeita Célia Cavalcanti é absolvida em sessão de julgamento na Câmara Municipal
Prefeita Célia Cavalcanti é absolvida em sessão de julgamento na Câmara Municipal
VISUALIZAR
Política
Julgamento da prefeita Célia Cavalcanti acontece sem o vereador Chopinho
Julgamento da prefeita Célia Cavalcanti acontece sem o vereador Chopinho
VISUALIZAR
Política
Ao vivo: Sessão de julgamento da prefeita Célia Cavalcanti
Ao vivo: Sessão de julgamento da prefeita Célia Cavalcanti
VISUALIZAR
Política
Acesso ao interior da Câmara Municipal será controlado nesta terça-feira, 10
Acesso ao interior da Câmara Municipal será controlado nesta terça-feira, 10
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Deixe sua mensagem para a redação ;)