SÃO LOURENÇO ATUAL

MENU
Logo
Domingo, 07 de agosto de 2022
Publicidade
Publicidade

Meio Ambiente

Estudo para recuperação ambiental da área do antigo aterro é iniciado

O antigo aterro operou durante 23 anos e recebia todo resíduo sólido doméstico sem o devido tratamento

Imagem de capa

Imagens

A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Governo Municipal, por meio do SAAE de São Lourenço, iniciou os estudos para elaboração do Plano de Recuperação de Área Degrada (PRAD) do antigo aterro de São Lourenço. O trabalho vai resultar em uma proposta de monitoramento e recuperação da área.

Em operação no período de 1996 a 2019, a localidade recebeu os resíduos sólidos domésticos produzidos na cidade. Durante 23 anos, o lixo coletado era destinado a essa área sem qualquer tipo de tratamento ou separação dos resíduos. 

O estudo começou por meio de uma parceria firmada entre o SAAE de São Lourenço e o Consórcio Regional de Saneamento Básico (Consane), onde o consórcio, com a ajuda do SAAE, vai elaborar o plano de acordo com as diretrizes da Fundação Estadual do Meio Ambiente (FEAM) de Minas Gerais e a legislação ambiental vigente.

A primeira etapa de construção do PRAD foi a coleta de espécie nativas para recomposição da mata no entorno da área degradada. Várias outras etapas do estudo acontecerão, a exemplo do levantamento topográfico, que vai avaliar o maciço de lixo e a possível localização dos poços de monitoramento. 

A assessora de Meio Ambiente do SAAE, Karine Lima, explica que o trabalho de recuperação da área é feito por etapas ao longo de vários anos. “Os primeiros passos foram dados com a destinação dos resíduos domiciliares para empresa devidamente licenciada e, agora, com a elaboração do PRAD”, disse a assessora.

Fonte/Créditos: Ascom/SAAE

Créditos (Imagem de capa): AScom/SAAE

Comentários:

Deixe sua mensagem para a redação ;)