SÃO LOURENÇO ATUAL

Pais de atletas buscam apoio para resolver precariedade do transporte

Eles vão começaram a se mobilizarem para que o mesmo problema não se repita
Pais de atletas buscam apoio para resolver precariedade do transporte
Os atletas desembarcam dos ônibus escolares utilizados para a viagem/Foto: SL Atual

Pais de atletas buscam apoio para resolver precariedade do transporte

Ainda sem respostas da Prefeitura de São Lourenço sobre o transporte de cerca de 30 atletas do Handebol para Guaxupé em um ônibus com os pneus carecas, pais de atletas foram até Câmara Municipal nesta segunda-feira, 15. Eles foram pedir ajuda para os vereadores.

O objetivo é conseguir um transporte seguro e mais confortável para os atletas que representarem a cidade das águas, uma das mais competitivas de Minas Gerais, em campeonatos intermunicipais.

As condições precárias do veículo que rodou mais de 280 km com cerca de 30 adolescentes, foi motivo de preocupação para os pais no último final de semana, que denunciaram a situação nas redes sociais. Além de colocar a vida dos atletas em risco, o veículo, ao deixar as equipes nos destinos voltou para São Lourenço, rodando mais 285,6 km no mesmo dia, para, no outro dia, fazer o transporte de crianças para as escolas, pois pertence a Secretaria Municipal de Educação.

Mesmo fazendo a viagem de volta com pneus novos, para os pais e responsáveis o momento é de ficar vigilante com a segurança dos adolescentes. “Vamos ficar mais vigilantes e o ônibus só vai sair se realmente estiver com todos os quesitos de acordo com as normas de segurança, a exemplo do cinto de segurança. Não vamos deixar o ônibus sair se estiver como estava da última vez. Sexta-feira já tem outro jogo e vamos tentar falar direto com a prefeita sobre o assunto”, disse Cláudia Alves, mãe de um dos atletas.

Cosme Rocha tem duas netas, uma de 13 e a outra de 15 anos. Elas estavam no ônibus com os pneus carecas utilizado para levar os atletas para disputar as partidas de handebol dos Jogos da Juventude. Para ele, a Secretaria de Esporte precisa ter o próprio transporte. “Aquilo que existia tem que voltar a existir. Hoje o problema não está somente na viagem da Secretaria de Esporte, pois esses mesmos ônibus rodam na cidade com as nossas crianças. O mesmo risco que corre na estrada, corre aqui na cidade e se acontecer algum problema vão vir as desculpas e nada resolver. O ônibus estava em um estado lastimável e aquele pneu poderia estourar a qualquer momento”, disse Cosme.

“Isso é uma coisa ridícula. As crianças estão indo para outros municípios defendendo o nome de São Lourenço. Vamos começar a fazer reuniões para cobrar as soluções “, complementou.

Para a mãe Cristiane Freitas, um transporte adequado é de direito dos atletas. “Eles viajaram em um veículo que não é nem do esporte e sim da Secretaria Municipal de Educação. Nós queremos que eles tenham um ônibus que proporcione segurança e conforto”, reivindicou.

Atualmente, a falta de um ônibus adequado para transportar os atletas nos jogos intermunicipais, demanda a utilização de dois veículos da Secretaria Municipal de Educação. Um para levar as pessoas e outro somente para as bagagens, uma vez que os ônibus escolares não possuem bagageiros, gerando mais despesas com combustíveis e desgaste dos veículos nas estradas, além de utilizar dois motoristas.

O São Lourenço Atual procurou a Assessoria de Comunicação da prefeitura na sexta-feira, 12, que disse que enviaria a apuração dos fatos pelas secretarias envolvidas na segunda-feira, 15. Até o fechamento dessa matéria, o site não obteve resposta. Continuamos a disposição para esclarecimentos através do e-mail: saolourencoatual@slatual.com.br

OUVIR NOTÍCIA

Ainda sem respostas da Prefeitura de São Lourenço sobre o transporte de cerca de 30 atletas do Handebol para Guaxupé em um ônibus com os pneus carecas, pais de atletas foram até Câmara Municipal nesta segunda-feira, 15. Eles foram pedir ajuda para os vereadores.

O objetivo é conseguir um transporte seguro e mais confortável para os atletas que representarem a cidade das águas, uma das mais competitivas de Minas Gerais, em campeonatos intermunicipais.

As condições precárias do veículo que rodou mais de 280 km com cerca de 30 adolescentes, foi motivo de preocupação para os pais no último final de semana, que denunciaram a situação nas redes sociais. Além de colocar a vida dos atletas em risco, o veículo, ao deixar as equipes nos destinos voltou para São Lourenço, rodando mais 285,6 km no mesmo dia, para, no outro dia, fazer o transporte de crianças para as escolas, pois pertence a Secretaria Municipal de Educação.

Mesmo fazendo a viagem de volta com pneus novos, para os pais e responsáveis o momento é de ficar vigilante com a segurança dos adolescentes. “Vamos ficar mais vigilantes e o ônibus só vai sair se realmente estiver com todos os quesitos de acordo com as normas de segurança, a exemplo do cinto de segurança. Não vamos deixar o ônibus sair se estiver como estava da última vez. Sexta-feira já tem outro jogo e vamos tentar falar direto com a prefeita sobre o assunto”, disse Cláudia Alves, mãe de um dos atletas.

Cosme Rocha tem duas netas, uma de 13 e a outra de 15 anos. Elas estavam no ônibus com os pneus carecas utilizado para levar os atletas para disputar as partidas de handebol dos Jogos da Juventude. Para ele, a Secretaria de Esporte precisa ter o próprio transporte. “Aquilo que existia tem que voltar a existir. Hoje o problema não está somente na viagem da Secretaria de Esporte, pois esses mesmos ônibus rodam na cidade com as nossas crianças. O mesmo risco que corre na estrada, corre aqui na cidade e se acontecer algum problema vão vir as desculpas e nada resolver. O ônibus estava em um estado lastimável e aquele pneu poderia estourar a qualquer momento”, disse Cosme.

“Isso é uma coisa ridícula. As crianças estão indo para outros municípios defendendo o nome de São Lourenço. Vamos começar a fazer reuniões para cobrar as soluções “, complementou.

Para a mãe Cristiane Freitas, um transporte adequado é de direito dos atletas. “Eles viajaram em um veículo que não é nem do esporte e sim da Secretaria Municipal de Educação. Nós queremos que eles tenham um ônibus que proporcione segurança e conforto”, reivindicou.

Atualmente, a falta de um ônibus adequado para transportar os atletas nos jogos intermunicipais, demanda a utilização de dois veículos da Secretaria Municipal de Educação. Um para levar as pessoas e outro somente para as bagagens, uma vez que os ônibus escolares não possuem bagageiros, gerando mais despesas com combustíveis e desgaste dos veículos nas estradas, além de utilizar dois motoristas.

O São Lourenço Atual procurou a Assessoria de Comunicação da prefeitura na sexta-feira, 12, que disse que enviaria a apuração dos fatos pelas secretarias envolvidas na segunda-feira, 15. Até o fechamento dessa matéria, o site não obteve resposta. Continuamos a disposição para esclarecimentos através do e-mail: saolourencoatual@slatual.com.br

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Geral
Câmara concede Título de Cidadã Honorária à Madre Cristina
Câmara concede Título de Cidadã Honorária à Madre Cristina
VISUALIZAR
Geral
Proibição de telemarketing de telefônicas começa nesta terça-feira, 16
Proibição de telemarketing de telefônicas começa nesta terça-feira, 16
VISUALIZAR
Cultura e Entretenimento
Festival reúne o melhor do Jazz e Blues em São Lourenço
Festival reúne o melhor do Jazz e Blues em São Lourenço
VISUALIZAR
Geral
Escola do Legislativo entrega doações da Campanha do Agasalho
Escola do Legislativo entrega doações da Campanha do Agasalho
VISUALIZAR
Policial
Passeio ciclístico aborda prevenção às drogas em Caxambu
Passeio ciclístico aborda prevenção às drogas em Caxambu
VISUALIZAR
Política
Investigações da ETE e do SAAE devem ser arquivadas pela Câmara Municipal
Investigações da ETE e do SAAE devem ser arquivadas pela Câmara Municipal
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Deixe sua mensagem para a redação ;)