SÃO LOURENÇO ATUAL

Prefeitura leva atletas do handebol para Guaxupé em ônibus com pneus carecas

Já é segunda vez que a Secretaria de Esportes está envolvida em denúncia de descaso com atletas

O ônibus da Secretaria de Educação em más condições de rodar/Foto: Redes Sociais

Cerca de 30 adolescentes viajaram para disputar os jogos de handebol masculino e feminino do Jogos da Juventude em Guaxupé, distante 285,6 km, em um ônibus escolar cedido pela Secretaria Municipal de Educação de São Lourenço que estava com os pneus carecas. Fato que causou preocupação e indignação nos pais.

Eduardo Luís Martins, pai da atleta Maria Eduarda Ribeiro Luís, 14 anos, disse que em quatro anos que a filha joga na Secretaria de Esportes nunca viu uma situação dessa. “Fiquei indignado quando vi a situação dos pneus do ônibus. Eu e minha esposa não impedimos nossa filha de embarcar, mas ficamos de cabeça quente. Minha esposa ficou chorando de tanta preocupação e eu tentando acalmá-la. Nós queremos que os responsáveis tomem as providências cabíveis”, contou Eduardo.

Já a mãe de Hélio Neto, Lilian Jefferson de Souza, contou que o filho foi com um amigo pegar o ônibus para viajar. Segundo ela, o atleta não falou sobre as condições do veículo que iria leva-los até Guaxupé. “Eu só tomei conhecimento da situação pelas redes sociais, mas se o Hélio tivesse me falado sobre o ônibus, eu não teria deixado ele viajar para jogar. A vida dos nossos filhos está acima de tudo”, disse Lilian.

A mãe do garoto de 16 anos, que há seis anos pratica o handebol na Secretaria de Esportes de São Lourenço, ainda denuncia que as condições oferecidas aos atletas que representam a cidade lá fora não é boa. “Quando eles fazem uma viagem menos distante, eles não recebem nem alimentação. Chegam cansados ao destino para jogar e depois de esperar todo mundo jogar voltam no mesmo dia. Tem atletas que não dinheiro para comer e tem que contar com a solidariedade dos colegas, que são todos unidos”, complementou a mãe.

Segundo apurado pelo São Lourenço Atual, o ônibus foi na quinta-feira para Guaxupé e voltou no mesmo dia para que pudesse fazer o transporte escolar nesta sexta-feira, 12. Em nota, a prefeitura informou que o caso será apurado na segunda-feira, quando poderá fornecer mais detalhes sobre o ocorrido. “As secretarias envolvidas estão apurando o que realmente aconteceu para tomar as devidas providências”, informou a nota.

O vereador Renato Motta (Avante), membro da comissão de esportes e treinador de futsal masculino da Secretaria de Esportes, se posicionou sobre o caso. Ele também possui times que viajam em ônibus escolares. “Na função de vereador vou continuar cobrando junto a Secretaria de Educação melhorias no transporte escolar. Para resolver a situação das viagens dos atletas da Secretaria de Esportes, vou solicitar a terceirização do mesmo. Continuarei cobrando junto aos deputados estaduais e federais um transporte digno”, afirmou

“Ainda cobrarei providências da secretária de esporte para que sempre um responsável pela gestão do órgão esteja presente no embarque dos atletas em ocasião de viagens, pois desta vez não havia ninguém respondendo pela secretaria”, complementou.

Descaso

Somente esse ano, foi a segunda vez que a Secretaria de Esportes de São Lourenço está envolvida em denúncias devido ao descaso com os atletas. A primeira denúncia dos pais foi em relação ao Xadrez nos jogos escolares. Ao todo 13 enxadristas ficaram sem participar dos jogos devido a perda de prazo por servidores para realizar a inscrição. Somente a secretaria poderia realiza-la e entre os atletas havia aqueles que disputam campeonato mundial.

Na ocasião, dentre as justificativas apresentadas pela prefeitura foi confusão de datas por servidores e que não era possível reverter a situação, pois o sistema da Federação de Esportes Estudantis não permitia retroagir a data de inscrição.

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Prefeitura leva atletas do handebol para Guaxupé em ônibus com pneus carecas

Cerca de 30 adolescentes viajaram para disputar os jogos de handebol masculino e feminino do Jogos da Juventude em Guaxupé, distante 285,6 km, em um ônibus escolar cedido pela Secretaria Municipal de Educação de São Lourenço que estava com os pneus carecas. Fato que causou preocupação e indignação nos pais.

Eduardo Luís Martins, pai da atleta Maria Eduarda Ribeiro Luís, 14 anos, disse que em quatro anos que a filha joga na Secretaria de Esportes nunca viu uma situação dessa. “Fiquei indignado quando vi a situação dos pneus do ônibus. Eu e minha esposa não impedimos nossa filha de embarcar, mas ficamos de cabeça quente. Minha esposa ficou chorando de tanta preocupação e eu tentando acalmá-la. Nós queremos que os responsáveis tomem as providências cabíveis”, contou Eduardo.

Já a mãe de Hélio Neto, Lilian Jefferson de Souza, contou que o filho foi com um amigo pegar o ônibus para viajar. Segundo ela, o atleta não falou sobre as condições do veículo que iria leva-los até Guaxupé. “Eu só tomei conhecimento da situação pelas redes sociais, mas se o Hélio tivesse me falado sobre o ônibus, eu não teria deixado ele viajar para jogar. A vida dos nossos filhos está acima de tudo”, disse Lilian.

A mãe do garoto de 16 anos, que há seis anos pratica o handebol na Secretaria de Esportes de São Lourenço, ainda denuncia que as condições oferecidas aos atletas que representam a cidade lá fora não é boa. “Quando eles fazem uma viagem menos distante, eles não recebem nem alimentação. Chegam cansados ao destino para jogar e depois de esperar todo mundo jogar voltam no mesmo dia. Tem atletas que não dinheiro para comer e tem que contar com a solidariedade dos colegas, que são todos unidos”, complementou a mãe.

Segundo apurado pelo São Lourenço Atual, o ônibus foi na quinta-feira para Guaxupé e voltou no mesmo dia para que pudesse fazer o transporte escolar nesta sexta-feira, 12. Em nota, a prefeitura informou que o caso será apurado na segunda-feira, quando poderá fornecer mais detalhes sobre o ocorrido. “As secretarias envolvidas estão apurando o que realmente aconteceu para tomar as devidas providências”, informou a nota.

O vereador Renato Motta (Avante), membro da comissão de esportes e treinador de futsal masculino da Secretaria de Esportes, se posicionou sobre o caso. Ele também possui times que viajam em ônibus escolares. “Na função de vereador vou continuar cobrando junto a Secretaria de Educação melhorias no transporte escolar. Para resolver a situação das viagens dos atletas da Secretaria de Esportes, vou solicitar a terceirização do mesmo. Continuarei cobrando junto aos deputados estaduais e federais um transporte digno”, afirmou

“Ainda cobrarei providências da secretária de esporte para que sempre um responsável pela gestão do órgão esteja presente no embarque dos atletas em ocasião de viagens, pois desta vez não havia ninguém respondendo pela secretaria”, complementou.

Descaso

Somente esse ano, foi a segunda vez que a Secretaria de Esportes de São Lourenço está envolvida em denúncias devido ao descaso com os atletas. A primeira denúncia dos pais foi em relação ao Xadrez nos jogos escolares. Ao todo 13 enxadristas ficaram sem participar dos jogos devido a perda de prazo por servidores para realizar a inscrição. Somente a secretaria poderia realiza-la e entre os atletas havia aqueles que disputam campeonato mundial.

Na ocasião, dentre as justificativas apresentadas pela prefeitura foi confusão de datas por servidores e que não era possível reverter a situação, pois o sistema da Federação de Esportes Estudantis não permitia retroagir a data de inscrição.

Publicidade

Fale com a redação!

Deixe sua mensagem para a redação ;)