SÃO LOURENÇO ATUAL

Projeto inicia empoderamento das mulheres para combate a violência doméstica

O projeto terá outras etapas para se aproximar das vítimas de violência
Projeto inicia empoderamento das mulheres para combate a violência doméstica
O evento tem por objetivo combater a violência doméstica/Foto: SL Atual

Projeto inicia empoderamento das mulheres para combate a violência doméstica

Teve início um projeto de combate a violência doméstica contra a mulher que será implantado em São Lourenço. O objetivo é empoderar as mulheres e toda a sociedade para que haja uma redução nos casos. Participaram estudantes de direitos e psicologia, além de pessoas da sociedade civil.

A primeira etapa foi realizada no último sábado, 5, com a participação de diversas instituições públicas e privadas da cidade, além da participação de uma das vítimas de violência doméstica, que contou a experiência de um relacionamento de seis anos. Entre as instituições participantes estavam presentes o Conselho Comunitário de Segurança Pública, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São Lourenço, Secretaria Municipal de Assistência Social, entre outros.

Os assuntos abordados durante o evento, realizado na Câmara Municipal, estavam a instrução de como e quando pedir ajuda, quem pode denunciar, quais são os tipos de violência doméstica, uma vez que eles não se restringem em agressões físicas e verbais, quando a Lei Maria da Penha é aplicada e as sanções trazidas por ela.

A advogada Liliane Passos é presidente da comissão da mulher da OAB de São Lourenço. Em sua fala durante o evento, ela abordou os tipos de violência e a importância do combate a elas.

“É muito importante serem realizados eventos direcionados à violência doméstica, porque a sociedade precisa ser esclarecida sobre o que isso significa e, principalmente, que esta violência não se trata apenas da física. A Lei Maria da Penha previu que os tipos de violência vão além da física, também podem ser psicológica, moral, sexual e patrimonial. É através da divulgação, da informação e do trabalho em diversas áreas da sociedade, que a mudança acontece”, destacou a advogada.

O idealizador do projeto, Vinícius de Castro Bento, a primeira etapa do projeto foi positiva em conjunto dos principais parceiros para construir a efetividade do projeto. “O mais importante foi ter o retorno dos principais envolvidos, que se mostraram animados com o primeiro passo que foi dado”, disse Vinícius.

Ainda segundo o idealizador, haverá conversas com os parceiros para que as próximas etapas sejam construídas em conjunto. “O próximo passo é se reunir com o Consep, OAB Mulher, Secretaria de Desenvolvimento Social, Policias Civil e Militar, Ministério Público, Secretaria de Educação e outros órgãos interessados para iniciar a implementação do projeto nas escolas públicas e privadas do município”, explicou Vinícius.

 

 

 

 

OUVIR NOTÍCIA

Teve início um projeto de combate a violência doméstica contra a mulher que será implantado em São Lourenço. O objetivo é empoderar as mulheres e toda a sociedade para que haja uma redução nos casos. Participaram estudantes de direitos e psicologia, além de pessoas da sociedade civil.

A primeira etapa foi realizada no último sábado, 5, com a participação de diversas instituições públicas e privadas da cidade, além da participação de uma das vítimas de violência doméstica, que contou a experiência de um relacionamento de seis anos. Entre as instituições participantes estavam presentes o Conselho Comunitário de Segurança Pública, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São Lourenço, Secretaria Municipal de Assistência Social, entre outros.

Os assuntos abordados durante o evento, realizado na Câmara Municipal, estavam a instrução de como e quando pedir ajuda, quem pode denunciar, quais são os tipos de violência doméstica, uma vez que eles não se restringem em agressões físicas e verbais, quando a Lei Maria da Penha é aplicada e as sanções trazidas por ela.

A advogada Liliane Passos é presidente da comissão da mulher da OAB de São Lourenço. Em sua fala durante o evento, ela abordou os tipos de violência e a importância do combate a elas.

“É muito importante serem realizados eventos direcionados à violência doméstica, porque a sociedade precisa ser esclarecida sobre o que isso significa e, principalmente, que esta violência não se trata apenas da física. A Lei Maria da Penha previu que os tipos de violência vão além da física, também podem ser psicológica, moral, sexual e patrimonial. É através da divulgação, da informação e do trabalho em diversas áreas da sociedade, que a mudança acontece”, destacou a advogada.

O idealizador do projeto, Vinícius de Castro Bento, a primeira etapa do projeto foi positiva em conjunto dos principais parceiros para construir a efetividade do projeto. “O mais importante foi ter o retorno dos principais envolvidos, que se mostraram animados com o primeiro passo que foi dado”, disse Vinícius.

Ainda segundo o idealizador, haverá conversas com os parceiros para que as próximas etapas sejam construídas em conjunto. “O próximo passo é se reunir com o Consep, OAB Mulher, Secretaria de Desenvolvimento Social, Policias Civil e Militar, Ministério Público, Secretaria de Educação e outros órgãos interessados para iniciar a implementação do projeto nas escolas públicas e privadas do município”, explicou Vinícius.

 

 

 

 

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Política
Câmara nega novo pedido de afastamento do vereador Chopinho
Câmara nega novo pedido de afastamento do vereador Chopinho
VISUALIZAR
Turismo
Chegada do Papai Noel no trem abre o 2º Natal das Águas em São Lourenço
Chegada do Papai Noel no trem abre o 2º Natal das Águas em São Lourenço
VISUALIZAR
Turismo
Salão Nacional de Turismo debate rota de Nhá Chica em São Lourenço
Salão Nacional de Turismo debate rota de Nhá Chica em São Lourenço
VISUALIZAR
Política
Coronel PM Oterson receberá Título de Cidadão Honorário nesta sexta, 29
Coronel PM Oterson receberá Título de Cidadão Honorário nesta sexta, 29
VISUALIZAR
Policial
Tem início a Operação Natalina da Polícia Militar em São Lourenço
Tem início a Operação Natalina da Polícia Militar em São Lourenço
VISUALIZAR
Política
Rachadinha: Chopinho tem Habeas Corpus negado em Brasília
Rachadinha: Chopinho tem Habeas Corpus negado em Brasília
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Deixe sua mensagem para a redação ;)