SÃO LOURENÇO ATUAL

Zapeando 05/02/2019

Zapeando 05/02/2019

OUVIR POSTAGEM

Desrespeito

Os vereadores querem mudar o horário das reuniões semanais passando a mesma da noite para o período vespertino nas segundas-feiras. Eles estão discutindo a mudança após ouvirem a população através de votação e a mesma preferir a continuação no horário atual. A opção popular do horário é para que a reunião possa ser acompanhada ao vivo.

Conversa para boi dormir

A principal alegação dos vereadores é a economia com encargos trabalhistas, principalmente a hora extra. Se quisessem economizar, remanejariam os horários dos servidores concursados na segunda-feira. Os comissionados não recebem hora-extra. Nana boi!!

Economia proibida

Em 2018 a Câmara gastou R$ R$ 310.746,00 com diárias de viagens entre vereadores e servidores. Em 2017, o gasto foi de R$ 243.675,00. O valor de cada diária ultrapassa R$ 500,00 e nenhum dos vereadores discute uma redução significativa dela. Mudança de horário de reunião é para vereador não trabalhar a noite, só que eles deveriam respeitar a vontade do povo, para quem trabalham.

Lei sem eficiência

Desde o primeiro dia deste ano entrou em vigor, em São Lourenço, a lei que proíbe o fornecimento de canudos plásticos. Mesmo com a lei, tudo continua como antes na cidade. Quem fez a lei não cobra fiscalização e na prefeitura parece que ninguém sabe que a prefeita sancionou a lei.

Beco 901

Na primeira reunião do ano o vereador Natanael Oliveira (PPS) voltou a falar do Beco 901. Desta vez, o parlamentar voltou a falar sobre as instalações elétricas da vila que correm risco de acidente. Uma conquista do vereador foi a obra para escoamento da água no local. Será que vão esperar uma tragédia para arrumar?

Agita Verão

Tinha servidor comissionado da secretaria de esporte torcendo para o time de futebol Novo Horizonte durante o evento. O referido servidor, que tem como apelido uma parte do corpo humano, ainda disse que ajudou montar o time. Já pensou se o Novo Horizonte sagra-se campeão do torneio?

Coleta de sangue em casa

O vereador Ricardo Toddy fez um projeto de lei para obrigar os laboratórios credenciados pelo SUS municipal a coletarem sangue em casa gratuitamente das pessoas com dificuldade de locomoção. O vereador, ao ver a dificuldade de a avó ir até o laboratório, fez o projeto de lei pensando nos munícipes que precisam fazer o exame e não podem ir até o local ou não podem pagar a coleta domiciliar.

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Postagens

As “serpentes” são sempre traiçoeiras...
José Luiz Ayres
José Luiz AyresColunista

As “serpentes” são sempre traiçoeiras...

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
Violência, sucumbida pela razão. Sonho?
José Luiz Ayres
José Luiz AyresColunista

Violência, sucumbida pela razão. Sonho?

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
A regra terá sido exceção?
José Luiz Ayres
José Luiz AyresColunista

A regra terá sido exceção?

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
Levi e seu dia de cão
José Luiz Ayres
José Luiz AyresColunista

Levi e seu dia de cão

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
Uma ópera buffa e seus personagens
José Luiz Ayres
José Luiz AyresColunista

Uma ópera buffa e seus personagens

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
Simão e sua cruz
José Luiz Ayres
José Luiz AyresColunista

Simão e sua cruz

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
Obrigado Hospital de São Lourenço!
José Luiz Ayres
José Luiz AyresColunista

Obrigado Hospital de São Lourenço!

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
Precisamos reforçar as instituições e as políticas de estado
Luís Cláudio de Carvalho
Luís Cláudio de CarvalhoColunista

Precisamos reforçar as instituições e as políticas de estado

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
Fale com a redação!

Deixe sua mensagem para a redação ;)